Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sob suspeita

Em Pernambuco, 50 juízes são investigados por irregularidades.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco investiga a atuação de 50 juízes do estado. Destes, 20 respondem a processo criminal e seis já foram afastados do cargo. Nenhum deles foi condenado. O anúncio da investigação foi feito, nesta terça-feira (21/9), pelo presidente do tribunal, desembargador José Antônio Macedo Malta.

Para ele, "todos os casos se referem a irregularidades na condução de processos, autorização de retirada de quantias elevadas sem a exigida cautela, além da expedição de alvarás e mandados de forma inadequada".

Um dos juízes é suspeito de participar de um esquema de expedição irregular de mandados e alvarás que beneficiou uma quadrilha de estelionatários com o desvio de R$ 980 mil que pertenciam a dois aposentados.

Segundo o site Espaço Vital, os casos são julgados pela Corte Especial, formada pelos 15 desembargadores mais antigos. As sessões são secretas. Quase 12% dos juízes que do estado (total de 430), são investigados.

Revista Consultor Jurídico, 22 de setembro de 2004, 13h01

Comentários de leitores

2 comentários

Parabéns ao presidente do tribunal por trazer i...

Edmilson Marco da Silva ()

Parabéns ao presidente do tribunal por trazer isso a publico, ganhando com isso a democracia brasileira. Parabéns ao Ministério Público por denunciar os juizes que podem ter cometido algum crime. Só faço um apelo: que esses processos, administrativos ou judiciais, sejam julgados rapidamente, condenando-se os que devam ser condenados e absolvendo os que não o devam.

Parabéns ao Tribunal de Justiça por reconhecer ...

Evandro Silva Salvador (Procurador de Justiça de 2ª. Instância)

Parabéns ao Tribunal de Justiça por reconhecer que em seu corpo também a males mas, que está tentando secar estes "cânceres malignos". Ganha a população por se ver livre destes seres, ganha o judiciário pernambucano pela demonstração de transparência.

Comentários encerrados em 30/09/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.