Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime virtual

Acusado de fazer saques ilícitos pela Internet deve continuar preso

Um acusado de fraudes eletrônicas contra a Caixa Econômica Federal, mediante saque pela Internet de vultosas quantias, continuará preso. A decisão foi da 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Para o TRF-1, ficou comprovada a materialidade do crime (desvio de significativa quantia pertencente ao Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado do Tocantins).

Além disso, decidiu a 4ª Turma, o indiciado foi preso quando fugia, depois de receber parte da quantia dos desvios ilícitos. Como agravante, a quadrilha a que pertence está destruindo provas, o que se comprova pelo furto do HD do computador.

HC 2004.01.00.035105-4/TO

Revista Consultor Jurídico, 20 de setembro de 2004, 20h48

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/09/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.