Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Missão judicial

Juíza brasileira ajuda na reconstrução do Judiciário do Timor Leste

A juíza Sandra Silvestre, de Rondônia, embarcou para o Timor Leste no início da semana, em missão oficial da Organização das Nações Unidas, para participar da reconstrução do Poder Judiciário timorense.

Junto com três magistrados de Portugal, a juíza brasileira julgará crimes contra os direitos humanos e trabalhará na formação de juízes locais, além de contribuir para o planejamento de reestruturação da Justiça do país.

Desde que o Timor Leste se tornou independente, em 2000, outros dois magistrados brasileiros já integraram missões oficiais da ONU, tomando parte nos chamados painéis (tribunais) de crimes contra os direitos humanos, que julgam os abusos cometidos pelo exército da Indonésia em 1997 e 1999.

Com a destruição do país em 99, depois do plebiscito que votou pela independência da Indonésia, o Timor Leste precisa reformar a estrutura judiciária -- o único tribunal existente funciona na capital Dili -- e estruturar uma carreira de magistratura.

Revista Consultor Jurídico, 9 de setembro de 2004, 15h03

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/09/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.