Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bola fora

Juiz nega pedido de indenização de Eurico Miranda contra Infoglobo

O juiz Sidney Rosa da Silva, em exercício na 9ª Vara Cível do Rio de Janeiro, negou pedido de indenização por dano moral feito por Eurico Miranda contra o Infoglobo Comunicações Ltda e os repórteres Diogo Ainda Mendes e Leonardo André Azevedo Silva. O magistrado julgou extinto o processo.

Além de ter o pedido negado, o presidente da diretoria do Vasco da Gama foi condenado a pagar as custas processuais e honorários dos advogados.

Na ação, Eurico alegou que teve sua honra ofendida em notícia publicada no dia 21 de julho de 2002, no jornal Extra, quando foi acusado de praticar manobras ilícitas à frente do Vasco e desviar de R$ 20 milhões.

O juiz afirmou que o jornal apenas noticiou as informações repassadas pelos entrevistados e por documentos da CPI de Futebol do Senado. Ele considerou que os repórteres não emitiram qualquer juízo de valor na reportagem. "Os réus não inventaram uma só linha", destacou o magistrado.

Rosa da Silva elogiou a imprensa que cumpre o seu papel de informar. "Com efeito, odiosa é a imprensa que cria fatos, pois ultrapassa aos limites da informação, mas, necessária é a imprensa que informa, sem induzir o leitor a juízo de valor, pois, assim, cumpre seu papel", disse.

Segundo a decisão, a empresa jornalística deu "conhecimento à sociedade de fatos importantes e relevantes, não podendo, por isso, ser-lhe imputado a causa do dano".

Revista Consultor Jurídico, 3 de setembro de 2004, 17h35

Comentários de leitores

1 comentário

juiz Sidney Rosa da Silva, ainda existem juizes...

Thiago-Fulgo(KAF) ()

juiz Sidney Rosa da Silva, ainda existem juizes bons nesse pais , Euvirus esse cara ae e o carasco perigoso e manipulador caro juiz vc e uma pessoa de personalidade forte pois nao foi influenciado pelo poder. e mais eurico tinha que pagar e muito mais pelos males que o mesmo faz a sociedade. UM abraco Pessoal

Comentários encerrados em 11/09/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.