Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Operação Vampiro

Operação Vampiro prende acusados de fraude em licitação

A Operação Vampiro, deflagrada pela Polícia Federal nesta quarta-feira (19/5) em Brasília, Rio e São Paulo, resultou na prisão de nove pessoas, acusadas de fraude em processo de licitação de hemoderivados -- derivados de sangue para hemofílicos -- no Ministério da Saúde. As investigações começaram em março do ano passado, a pedido do ministro da Saúde, Humberto Costa. Seis dos presos são funcionários do Ministério da Saúde. Estima-se um rombo de cerca de R$ 2 bilhões entre os anos de 1990 e 2002.

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, disse, em entrevista coletiva, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem conhecimento dos desdobramentos da Operação, que é resultado de uma política de segurança de Estado. "Desde o início do governo, o presidente determinou que combatêssemos fortemente a corrupção, estivesse onde estivesse, dentro ou fora do governo, implacavelmente, duramente, sem contemplação", afirmou.

Segundo o ministro, a Polícia Federal começou as investigações sobre a concorrência de hemoderivados no início do governo e, em setembro, o ministro Humberto Costa reiterou o pedido ao Ministério da Justiça "aduzindo novos fatos". A operação, segundo Thomaz Bastos, é sigilosa e ainda não acabou. (Ministério da Justiça)

Revista Consultor Jurídico, 19 de maio de 2004, 17h03

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/05/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.