Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Erro médico

Anestesista é condenado a indenizar paciente em R$ 100 mil

O médico anestesista Liberato Luiz Poffo, de Joinville (SC), foi condenado a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 100 mil para Luciano Mafra Tonet. O paciente teve paralisia cerebral severa após ter se submetido a cirurgia de fimose em 1975, quando tinha oito meses de vida. A condenação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

A mãe do rapaz, Irene Izabel Mafra, entrou com ação de indenização em 1994. O pedido foi julgado procedente em 2001.

Com a apelação interposta pelo médico, o caso foi parar no Tribunal de Justiça catarinense em agosto de 2002. A 2ª Câmara de Direito Civil confirmou a condenação do anestesista por erro médico, com adequação apenas na quantia estabelecida na sentença de primeiro grau. O relator foi o desembargador Monteiro Rocha. (TJ-SC)

Revista Consultor Jurídico, 10 de maio de 2004, 12h37

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/05/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.