Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

CPI do Banestado

Ex-prefeito Celso Pitta é liberado pela Polícia Federal

O ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta, foi liberado pela Polícia Federal depois de assinar um termo circunstanciado, previsto para crimes de menor potencial ofensivo, no qual o reú compromete-se a comparecer em juízo quando convocado.

Pitta foi preso na tarde desta terça-feira (4/5) durante depoimento à CPI do Banestado. Ele foi detido depois de desacatar o senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT) e deixou a Superintendência da Polícia Federal se dizendo humilhado. O ex-prefeito afirmou que se sentiu ofendido diante da "hipótese absurda levantada pelo senador".

Pitta se recusou a responder diversas perguntas feitas pela Comissão. O clima esquentou quando Paes de Barros indagou: "Nem se eu perguntasse ao senhor se o senhor é corrupto, Vossa Senhoria não

responderia?"

O ex-prefeito respondeu com outra pergunta:"Se eu indagasse a Vossa Senhoria se o senhor continua batendo em sua mulher, o senhor responderia?". O senador, surpreso com o comportamento do ex-prefeito, devolveu: "Eu exijo respeito. Não bato em minha mulher, nem sou assaltante de cofres públicos".

A discussão prosseguiu com a resposta de Pitta: "Eu também [não], porque estou na condição de depoente e não na condição de uma pessoa para sofrer um tipo de acusação que o senhor está colocando contra mim".

O deputado Edmar Moreira (PL-MG), que integra a comissão, interveio e disse que Antero Paes de Barros "não podia permitir isso". O senador interrompeu a sessão por dois minutos e depois de voltar deu voz de prisão a Celso Pitta, que foi encaminhado para a Polícia Federal.

A exemplo do que fez na semana passada, Pitta decidiu não responder a nenhuma das perguntas feitas pelo relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do Banestado, deputado José Mentor (PT-SP). A atitude do ex-prefeito foi amparada por liminar concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso, que lhe garantiu o direito de ficar calado e de não assinar termo de compromisso de só dizer a verdade.

(Com informações da Agência Senado)

Revista Consultor Jurídico, 4 de maio de 2004, 12h35

Comentários de leitores

50 comentários

Gostaria de entender uma coisa ? O Pitta esta e...

José Paulo Lopes ()

Gostaria de entender uma coisa ? O Pitta esta exercendo mandato na câmara de deputados federal ou de Senador? Eu entendo que o verdeiro valor de uma CPI seria na punição de seus pares(pessoas de dentro do congresso)com a perda de seus respectivos mandatos. A CPI não julga e nem pode condenar ( Voce já viu a CPI do Banespa, da Bola e tantas outras que não deram em nada) Somente um retardado mental iria ao Congresso se expor sabendo que a defesa da sua vida será no Supremo. Não entendo como um Juiz do Supremo da o direito de alguém de ir a uma CPI e não dizer a verdade, fazendo todo mundo, principalmente o pais perder tempo e dinheiro. . Por que não o direito de não ir? Acredito que o bom senso deveria prevalecer

...É de causar perplexidade e ao mesmo uma refl...

Ivan Pereira de Lima ()

...É de causar perplexidade e ao mesmo uma reflexão...: ...O que será da verdade, num futuro bem próximo; senão, o ´´direito´´ de se recusar a declará-la ? Qual será a condenação ou como daqui por diante os menos favorecidos intelectualmente, virão à ser julgados, diante de pessoas que estudaram muito para armazenar inteligência quase que uma vida inteira e ao mesmo tempo, vê-la ruir simplesmente por um desvio de conduta...? Porquê se permite, através de brechas,e em um montante de leis estabelecidas, que alguém, se fortaleça, estando esse alguém, na contra-mão do procedimento normal e da responsabilidade social de conduta e comportamento dígno de se relacionar com outrem; e...ainda, depois de tudo poder assinar um ´´documento´´ isentando-o à dizer a VERDADE ? - sinceramente, não pode ser a mesma verdade que aprendi em Estudos Sociais, em Organização Social Política Brasileira, na Constituição ´´Amém´´, nas Carti_ lhas do bem viver comum entre os iguais em Pátria... E principalmente no Deus que sirvo...sinceramente, não sei, os tempos são outros, mexeram em muita coisa... hoje há uma completa inversão de valores e quanto mais vivo entre os homens, mais tenho vontade de viver entre os animais, mas não desanimo ! DEDICO ESTA MENSAGEM À CELSO PITTA E AO SEU MESTRE COM CARINHO : PAULO MALUF IVAN PEREIRA DE LIMA CARAGUATATUBA - SÃO PAULO

É, o Brasil precisa de mudanças, mas que sejam ...

Juliano Fernandes ()

É, o Brasil precisa de mudanças, mas que sejam rapidas, pois assim não dá, uma pessoa que é acusado de desvio de dinheiro público, dirige-se a um integrante da CPI de maneira grosseira é algo que não deveria ser aceito. O pior de tudo, é que pareceu ter maior repercusão o que foi dito ao integrante da CPI do que o proprio desvio de dinheiro....que barbaridade......é o Brasil.......PRECISAMOS DE MUDANÇAS, mas não me refiro a mudar as leis, e sim a sua aplicação, sua eficácia, algo que parece de mentirinha.........

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 12/05/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.