Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mais coragem

Anamatra critica reajuste do salário mínimo para R$ 260

Ao fixar o novo salário mínimo, o governo Lula se preocupou apenas em cumprir as metas fixadas pelos credores internacionais e pelo mercado. Um mínimo mais condizente à necessidade dos trabalhadores é uma questão de prioridade. Com esses argumentos, o presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Grijalbo Coutinho, criticou o novo valor fixado pelo governo na última quinta-feira (29/4).

Segundo Coutinho, “não é razoável lançar mão do argumento da herança maldita quando se adota a mesma política econômica perversa implantada por FHC e Malan”. O presidente da Anamatra reconheceu a intenção do governo, mas ressaltou que houve falta de “coragem para enfrentar o tema sem receio de contrariar os interesses dos agentes financeiros”. (Anamatra)

Revista Consultor Jurídico, 1 de maio de 2004, 19h28

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/05/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.