Consultor Jurídico

Notícias

Atendimento garantido

Justiça do Trabalho inaugura Vara em Redenção, no Pará.

A Justiça do Trabalho inaugura nesta sexta-feira (2/6) a Vara do Trabalho de Redenção. O objetivo principal é atender com prioridade as causas dos trabalhadores submetidos à condição de escravos nas fazendas do sul do Pará.

“Será um grande reforço para o combate do trabalho escravo”, afirmou o presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Vantuil Abdala. Ele estará presente na solenidade de inauguração em Redenção, marcada para às 12h. A iniciativa de criar essa nova Vara foi do Tribunal Regional do Trabalho do Pará (8ª Região).

Para Vantuil Abdala, a inauguração da Vara numa região onde é alta a incidência de trabalho escravo tem um significado emblemático instituições governamentais e não-governamentais que combatem essa prática.

“É um avanço para todos nós”, avaliou a secretária de Inspeção do Trabalho, Ruth Vasconcelos Vilela. Ruth coordena o grupo especial de fiscalização móvel encarregado de resgatar trabalhadores em situação análoga a de escravos.

O grupo resgatou, de janeiro a junho deste ano, mais de 900 trabalhadores nessas condições. Os 457 libertados até maio receberam -- como salários atrasados e outras verbas trabalhista -- R$ 928,2 mil. Ruth destaca que o trabalho integrado do estado e de órgãos não-governamentais, como a Comissão Pastoral da Terra, tem sido fundamental nos progressos da luta contra o trabalho escravo.

A 1.300 quilômetros da capital paraense, o município de Redenção, criado em 1982, concentra os conflitos da ocupação agrária desordenada e do desmatamento de área para a criação de gado e exploração de madeira. Por essas características, a região tornou-se um ambiente propício da prática de trabalho escravo, afirmou Ruth Vilela.

“É muito importante que o poder público esteja presente nos locais mais recônditos do país e principalmente na região que até recentemente era conhecida como império do crime”, afirma a delegada regional do trabalho do Pará, Socorro Gomes. Ela coordena a campanha regional de erradicação do trabalho escravo, lançada em novembro do ano passado em Redenção.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 30 de junho de 2004, 13:18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/07/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.