Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem acordo

Fiesp rejeita proposta de reajuste salarial de 5,6% feita por TRT-SP

A Fiesp e o Metrô, entre outras instituições, rejeitaram nesta segunda-feira (21/6) a proposta de reajuste salarial de 5,6% feita pelo Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. A tentativa de acordo visa colocar fim ao impasse econômico entre os trabalhadores do estado que atuam na segurança e vigilância privada, transporte de valores, similares e afins.

Em outra audiência, o Sindicato dos Médicos Veterinários do Estado de São Paulo aceitou a proposta de reajuste de 5,6% sobre os salários de 30 de abril de 2004. Também terminou em acordo a audiência com a Fepame. Os trabalhadores retornaram ao serviço já na sexta-feira (18/6). A empresa comprometeu-se a pagar os dias parados e regularizar a situação previdenciária dos empregados, de acordo com informações do TRT paulista.

O tribunal concedeu prazo de cinco dias à empresa Poliform para que se manifeste sobre os documentos que vierem a ser juntados pelo sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Fixou-se a data de 29 de junho para nova reunião. Os fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, auxiliares de fisioterapia e auxiliares de terapia ocupacional do estado tiveram a audiência adiada para 12 de julho próximo. Todas as audiências foram presididas pela juíza Vânia Paranhos.

Revista Consultor Jurídico, 21 de junho de 2004, 18h04

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/06/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.