Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pela culatra

Fazendeiros são condenados por atirar contra funcionários do IAP

Dois fazendeiros de Ivaiporã foram condenados a indenizar dois funcionários do IAP -- Instituto Ambiental do Paraná -- em R$ 63 mil. Flávio e Sylvia Pinho de Almeida são acusados de atirar contra Jamilton Vitório Dias e Maurílio Villa, quando eles tentavam entrar na propriedade para fazer vistoria. Ainda cabe recurso.

Segundo a acusação, o casal atirou cerca de oito vezes contra os funcionários da entidade. Um dos disparos atingiu a perna esquerda de Vitório Dias. Em sua defesa, os proprietários alegam não estar comprovada a autoria dos disparos, que poderiam ter sido efetuados por integrantes de um acampamento sem-terra existente nas proximidades.

Em seu voto, o relator, juiz convocado Albino Jacomel Guérios, da 6ª Câmara Cível, afirmou existirem provas suficientes sobre a autoria dos disparos, fixando a indenização em R$ 63 mil – R$ 35 mil para Jamilton e R$ 28 mil para Maurílio.

Segundo o site do Tribunal de Justiça do Paraná, a determinação visa evitar a repetição de casos semelhantes na região, marcada por questões agrárias, e provocando os proprietários de terras a dispensar maiores cuidados na contratação e orientação de vigilantes.

Revista Consultor Jurídico, 14 de junho de 2004, 19h13

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/06/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.