Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sucesso de público

Revista Consultor Jurídico bate recorde de audiência

Por 

O número de leitores regulares da revista eletrônica Consultor Jurídico eleva-se a cada mês. Em maio, o site registrou o índice inédito de 5,62 milhões de acessos. A média de visitantes diários chegou a 27.280 no mês, um crescimento de mais de 50% em relação ao mês anterior.

A audiência mais fiel da Consultor Jurídico já supera os 400 mil leitores mensais. A contabilidade eletrônica garante que a mesma pessoa não seja contada mais de uma vez. Para a audiência do mês só são considerados os internautas que acessam o site mais de duas vezes no período.

A projeção da ConJur não se dá apenas com a audiência direta, uma vez que muitas páginas do site são reproduzidas por outros meios. Umas são recortadas eletronicamente e chegam a circular pela rede na forma de “correntes”. Outras são xerocopiadas, enquanto um número insondável de notícias é transcrito, no todo ou em parte, em outras publicações.

O noticiário do site, que tem a coordenação da editora-chefe Débora Pinho é reproduzido também, diariamente, nos clippings (recortes de notícias) dos principais tribunais do país, órgãos públicos, escritórios de advocacia, empresas e departamentos jurídicos. Essa audiência indireta não se pode mensurar.

Conteúdo de qualidade

O site tem encabeçado o noticiário daquilo que se chama tecnologia de ponta do sistema judiciário. Foi o primeiro a veicular a adoção do amicus curiae no STF (possibilidade de interessados na causa, ainda que não sejam partes no processo, apresentar memoriais ou fazer sustentação oral). O mesmo se deu com os primeiros passos da ADPF (Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental); a imposição de efeito vinculante em Ação Direta de Inconstitucionalidade e suas liminares, bem como em recursos extraordinários de Juizados Especiais; e mudanças operacionais no regimento do STF.

Este Consultor Jurídico tem pautado toda a imprensa brasileira em diversas abordagens, assuntos e temas. Foi assim com o recente debate em torno dos poderes investigatórios do Ministério Público; o incidente entre os ministros Joaquim Barbosa e Marco Aurélio; no acordo entre o Palácio do Planalto e o jornalista Larry Rohter; e casos menos recentes, como o polêmico pedido de HC para o editor nazista Siegfried Ellwanger.

Projetos paralelos

Em torno da Consultor Jurídico giram uma série de atividades no campo do jornalismo e dos eventos. Depois de promover dois seminários sobre técnicas de gerenciamento de escritórios de advocacia, a empresa que edita a revista eletrônica juntou as principais autoridades no combate a crimes financeiros para um seminário sobre lavagem de dinheiro e outro de grande vulto para discutir a Nova Justiça, que emerge das discussões sobre a reforma do Judiciário.

A equipe do site hoje cuida da pauta e das colunas de justiça e direito da TV Cultura, da revista Exame e da revista Update da Câmara Americana de Comércio.

A equipe foi reforçada com a chegada de dois novos colaboradores para a área de projetos: Maurício Cardoso Ribeiro e Renato Parente. O primeiro foi editor nas revistas Veja, Época e do Jornal do Brasil. Parente, como chefe do serviço de imprensa e divulgação do Supremo Tribunal Federal, foi quem se incumbiu da criação da TV Justiça e da Rádio Justiça. Como chefe da comunicação social do Tribunal Regional do Trabalho, Parente enfrentou com sucesso incomum o desafio de atenuar os danos causados à imagem do TRT com o escândalo que envolveu o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto.

Maurício e Renato trabalham na criação de um novo espaço para a informação jurídica na Internet.

Às vésperas de completar sete anos no ar, com notícias diárias, o site firma-se como um veículo de informações estratégicas para auxiliar os operadores do direito em seu trabalho, os estudantes em seu aprendizado, o empresário em seus negócios e o cidadão para melhor compreensão de seus direitos.

O mérito pela aceitação do projeto e por todos os avanços, evidentemente, é dos leitores, para quem o site se destina.

 é diretor da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 14 de junho de 2004, 12h00

Comentários de leitores

9 comentários

Discordo do Sr. Daniel José Ribas Branco. A not...

Chefia ()

Discordo do Sr. Daniel José Ribas Branco. A notícia de uma indenização por quebra de um guarda-sol com certeza não fora publicada com o intuito de aumentar seus conhecimentos jurídicos; fora, sim, para mostrar quão engraçado pode ser o Direito na mão de seus aplicadores. E o faz mto bem esse "site". É injusto, Sr. Branco, qdo dá a entender que o Conjur não aborda temas de "maior amplitude jurídica e social". O que percebo na minha leitura diária é justamente o contrário. Parabéns, idealizadores e organizadores do Consultor Jurídico!

Parabéns ao CONJUR, mas a título de crítica con...

Contra A Ditadura do Judiciário e Executivo ()

Parabéns ao CONJUR, mas a título de crítica construtiva, muitas vezes nos deparamos com notícias absolutamente impróprias e sem qualquer interesse jurídico-social, como por exemplo uma rescente decisão da Comarca de Campinas-SP, onde uma seguradora foi condenada a indenizar segurado pela quebra de um guarda-sol de uma mesa de piscina, mesmo alegando que o mesmo poderia ser apenas consertado. o CONJUR deveria noticiar questões de maior amplitude jurídica e social, como por exemplo as conquistas de Associações de Defesa do Consumidor, dentre elas a www.anadec.org.br que com suas ações civis públicas conseguem sentenças com efeitos erga onmes que beneficiam toda a Socidade. Isso sim seria bem vindo neste site, a fim de melhorá-lo.

Gostaria de saber se posso tirar dúvidas jurídi...

Luluzinha ;) ()

Gostaria de saber se posso tirar dúvidas jurídicas neste site, estou precisando esclarecer uma situação antes de procurar um advogado. Aguardo a resposta, e muito obrigada.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 22/06/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.