Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Soluções de acesso

Banco de Brasil faz convênio para ampliar acesso à Internet

A iniciativa do Banco do Brasil (BB) visa oferecer mais possibilidades para utilização dos serviços prestados e difundir o uso da Internet no relacionamento com seus clientes e com o público em geral. Para alcançar tal objetivo, o BB firmou convênio com as maiores operadoras de telefonia e provedoras de acesso à Internet do país.

Segundo João Daniel da Silva, gerente de Divisão de Aliança e Parcerias para Internet, o projeto denominado "Soluções de Acesso" surgiu em março deste ano quando foi percebida a necessidade de popularizar os serviços oferecidos pelo Banco. "Tínhamos um outro serviço de acesso à Internet com duração de cinco horas diárias e 400 provedores. Porém, não era valorizado por nossa base de clientes", afirma.

Silva disse, ainda, que "o Banco não poderia simplesmente acabar com o serviço. Ficou acertada a busca por uma solução alternativa que não prejudicasse os clientes que utilizavam o serviço oferecido anteriormente". Logo, o projeto "Soluções de Acesso" que entra em funcionamento, em fase experimental, a partir desta quinta-feira (25/09), vai incluir serviços diferenciados como a Internet Pública.

O projeto é resultado da parceria selada com a Nusa. O BB testará, durante 90 dias, 200 terminais instalados em locais públicos nas praças da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerias, Sergipe e Distrito Federal. O "Soluções de Acesso" prevê ainda serviços de Internet Grátis, Internet em todo o País e Internet Rápida, que oferece acesso à banda larga, com tecnologia ADSL, em condições exclusivas para os clientes do BB.

O Banco do Brasil firmou parceria com as operadoras Telefônica, Brasil Telecom e Telemar, e os provedores Br Turbo, Globo.com, Super IG e Terra, empresas que vão trabalhar juntas com o banco nessa modalidade de serviço.

"Queremos atender todo tipo de segmento de clientes", finaliza Silva. Durante a fase de teste, período vigente da promoção, a Telefônica destinará R$ 10,00 a obras sociais do Governo Federal, por cada sSpçpeedy instalado.

Veja a localização dos terminais-piloto. (Interlegis)

Revista Consultor Jurídico, 24 de setembro de 2003, 22h33

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/10/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.