Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Regime fechado

Mãe que forneceu droga ao filho é condenada pela Justiça do Rio

Joana D'arc Rodrigues da Silva foi condenada a seis anos de prisão em regime fechado por tráfico de drogas e seis meses de detenção em regime semi-aberto por desacato. A decisão é do juiz José Ferreira Carvalho, da 2ª Vara Criminal da Ilha do Governador (RJ). Ainda cabe recurso.

Ela foi detida em flagrante ao passar dois saquinhos de maconha para seu filho, internado na Escola João Luiz Alves, na Ilha do Governador.

No dia 9 de fevereiro deste ano, Joana D'arc, ao visitar o filho, conseguiu passar pela revista da instituição portando dois saquinhos de maconha. Segundo a denúncia do Ministério Público, ela teria escondido o entorpecente no interior da vagina. Ao receber a droga, o filho a entregou a outro menor, que a escondeu sob uma de suas axilas.

Alguns agentes desconfiaram, revistaram o menino e apreenderam a droga. Ao ser presa em flagrante, Joana D'arc ainda agrediu os agentes, chamando-os de "safados" e dizendo que "na polícia tudo se resolvia com dinheiro".

O juiz Antônio Carvalho destacou a falta de caráter da ré, "uma desnaturada mãe que fornece drogas ao próprio filho menor e já corrompido". O juiz ressaltou também que o delito de entorpecentes é de natureza gravíssima, responsável pela destruição de muitas vidas. Neste caso em especial, segundo o juiz, "a mãe estaria acelerando o processo de destruição do próprio filho". (TJ-RJ)

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 2003, 12h30

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/09/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.