Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Alta tecnologia

Álvaro Villaça lança instituto de estudos jurídicos avançados

Para o ministro aposentado do STF, José Carlos Moreira Alves, é "um marco na cultura jurídica de São Paulo". Para o presidente do Tribunal de Justiça paulista, Sérgio Augusto Nigro Conceição, um acontecimento que "possibilitará um aprofundamento na área do direito civil, absorvendo os avanços jurídicos contemporâneos". Um consenso: "O fato de ser dirigido pelo Villaça que é um jurista de renome internacional garante o sucesso da empreitada", como definiu Nigro Conceição.

As opiniões referem-se ao lançamento do Instituto Álvaro Villaça Azevedo, ao qual compareceram os dirigentes de praticamente todos os tribunais localizados em São Paulo (TJ, TRF, 1º TAC, 2º TAC, TACrim), além dos presidentes da OAB-SP, Aasp e Apamagis.

O projeto de Villaça é o de implementar um núcleo de altos estudos jurídicos. Ou seja: um centro de difusão do saber destinado a pós-graduados, estudiosos e pesquisadores, interessados no desenvolvimento da doutrina, jurisprudência e matéria legislativa.

O Instituto, na opinião de Carlos Miguel Aidar, presidente da OAB paulista, terá um papel importante como corredor preparatório de mestres para os cursos de graduação de direito. "O Villaça foi diretor do Mackenzie, da São Francisco e hoje dirige a Faap. Credenciais não lhe faltam".

O presidente da Associação dos Advogados de São Paulo, Aloísio Lacerda Medeiros definiu o lançamento como "uma frente cultural que se abre para os operadores do Direito, sob a batuta de quem entende do assunto."

O juiz Renato Nalini, presidente do Tribunal de Alçada Criminal destacou aspecto especial da preocupação contemporânea : "No momento em que o novo Código Civil surge entronizando a ética como paradigma das relações, é oportuno ter um núcleo de ensino como este que invista em ética também."

Cada um dos convidados especiais do evento foi distingüido com uma estatueta, de autoria da artista Evelina, mulher de Álvaro Villaça. O trabalho, produzido em resina de cor vinho, segundo a explicação da escultora, representa a Justiça, em sua lógica e equilíbrio, expressa na forma de triângulos.

Na saudação ao advento, o juiz Renzo Leonardi aproveitou a deixa para manifestar o inconformismo da magistratura com o que entende ser uma "campanha da imprensa contra o Judiciário".

Menos polêmico, Villaça preferiu expressar a sua emoção num curto discurso de agradecimento explicado pelo fato de que "quando o contra-baixo do coração bate, a voz falha."

Próximos eventos do instituto de Direito Álvaro Villaça Azevedo

Processo Civil - Temas Atuais

As faturas reformas do Código de Processo Civil

Tutela antecipada - Tutelas de segurança e evidência

Principio da proporcionalidade e execução civil

Garantias constitucionais do Processo Civil

Novo projeto de execução por quantia certa. Paralelo com modelo atual

Teoria geral do processo de execução

Contratos e Direito de empresa no Novo Código Civil

Disposições gerais dos contratos no Novo Código Civil

Contratos Atípicos

Contratos no Código de Defesa ao Consumidor

Aspectos gerais do direito de empresa no Novo Código Civil

Sociedade de empresária e sociedade limitada à luz do Novo Código Civil

Novas perspectivas do Direito Falimentar

Escalação para os primeiros cursos

Professor Álvaro Villaça Azevedo

Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira

Ministro Luiz Fux

Professor João Batista Lopes

Desembargador José Roberto Bedaque

Professor Sérgio Shimura

Professor Cândido Rangel Dinamarco

Professora Ada Pellegrini Grinover

Professor Rogério Lauria Tucci

Professor José Geraldo Brito Filomeno

Desembargador Federal Newton de Lucca

Professor Manoel de Queiroz Pereira Calças

Professor Aclibes Burgarelli

Professor Sérgio Bermudes

Professor Ricardo Pereira Lira

Professor Ricardo Tepedino

Professor José Carlos Barbosa Moreira

Professor Zelmo Denari

Professora Cláudia Lima Marques

Professor Humberto Theodoro Júnior

Professor Antônio Hermann Benjamin

Mais informações:

Rua Luigi Galvani, nº 200 - conj. 52 - Brooklin

São Paulo - SP - CEP: 04575-020

Tel./Fax: (11) 5506-4710 / 5506-6577

www.institutoava.org.br

e-mail: instituto@institutoava.org.br

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 2003, 11h06

Comentários de leitores

1 comentário

Tive a oportunidade de comparecer ao Congresso ...

Paulo Stanich Neto ()

Tive a oportunidade de comparecer ao Congresso e confesso que fiqeui deslumbrado , pela qualidade das palestras e dos palestras, bem como a infra estrtura do evento.

Comentários encerrados em 24/09/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.