Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novos serviços

Telejudiciário da PB completa sete anos e oferece novos serviços

O Telejudiciário da Paraíba completará sete anos, no próximo dia 23 de setembro, e terá quatro novos serviços. O primeiro é o novo link no site do Tribunal de Justiça, com mais informações; o segundo, é a ampliação do sistema de entrega de listas de processos, que passa a ser "on-line". A entrega de listas de processos pela Internet beneficiará diretamente os advogados, dispensando seu deslocamento até o Telejudiciário.

"Hoje, são necessárias duas idas ao setor: uma, para levar a lista com os números dos processos e, outra, para buscar as informações solicitadas", explica o coordenador do Telejudiciário, Hugo Alexandre Espínola Mangueira.

Banco de dados

Um outro serviço a ser colocado à disposição dos usuários diz respeito ao acesso aos bancos de dados que possuem informações como telefones de órgãos, horários de atendimento, localização de salas, de pessoas, bem como eventos e solenidades relativas a todas as comarcas do Estado. Além dessas informações constarão, também, provimentos e resoluções através da Internet.

O fornecimento de certidões da Auditoria Militar é outra preocupação do Telejudiciário. Para melhorar o atendimento, a partir de agora o setor passará a contar com todos os processos pertencentes a Auditoria Militar o que tornará a certidão mais completa, precisa e abrangente.

O coordenador do Telejudiciário disse, ainda, que o apoio do presidente do TJ-PB, desembargador Plínio Leite Fontes, foi fundamental para a ampliação da prestação dos serviços. Ele afirmou que, desde sua fundação, o número de usuários que acessaram os serviços do Telejudiciário, seja no atendimento a informações processuais ou na emissão de certidões, já totaliza 6.443.507.

O Telejudiciário tem centrado sua atuação para uma prestação de serviços eficiente, célere e voltada para tirar as dúvidas dos usuários. "O Telejudiciário é como se fosse a sala de visita do Judiciário, porque o primeiro contato do cidadão com esse Poder é através dele, daí a importância de fornecer informações seguras e eficaz", ressaltou Hugo Espínola. (TJ-PB)

Revista Consultor Jurídico, 15 de setembro de 2003, 13h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/09/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.