Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Leilão ao contrário

Senado faz pregão para comprar computadores e monitores

Um pregão para aquisição de 1.500 microcomputadores e 64 monitores, que deverão ser distribuídos para diversos setores do Senado Federal, foi realizado nesta segunda-feira (15) pelo Centro de Processamento de Dados e Informática (Prodasen). Esta foi a primeira vez em que a Casa recorreu a essa modalidade de licitação.

O processo é o inverso do ocorrido normalmente em outros tipos de licitações, em que primeiramente há a habilitação dos fornecedores para que, depois, seja feita a concorrência entre eles. No pregão, em primeiro lugar vem a concorrência, para posteriormente haver a habilitação do vencedor, o que torna o processo de aquisição mais rápido.

"O pregão é como um leilão ao contrário, em que vence quem propõe o menor preço", explica Guilherme Ferreira, funcionário do Senado responsável pelo processo.

Ele explicou que o pregão permite um preço menor, por abrir a possibilidade de negociação entre as partes e a concorrência entre os fornecedores. (Agência Senado)

Revista Consultor Jurídico, 15 de setembro de 2003, 17h24

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/09/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.