Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Na berlinda

Recurso de Pimenta Neves será julgado nesta semana

A 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo julgará, nesta quinta-feira (18/9), um novo recurso da defesa do jornalista Antônio Marcos Pimenta Neves, ex-diretor de redação do jornal O Estado de S. Paulo. Ele quer desqualificar a sentença de pronúncia no processo sobre o assassinato da jornalista Sandra Gomide, sua ex-namorada.

Réu confesso, em agosto de 2000 Pimenta Neves matou Sandra num haras de Ibiúna (SP) com dois tiros: um pelas costas e outro na cabeça, quando ela já estava caída. Ficou preso durante sete meses e responde a julgamento em liberdade por decisão do Supremo Tribunal Federal.

De acordo com o advogado criminalista Luiz Fernando Pacheco, do escritório Ráo, Cavalcanti & Pacheco, assistente do Ministério Público contratado pela família de Sandra Gomide, "a expectativa em relação ao julgamento de quinta-feira é a de que o Tribunal confirme a sentença de pronúncia, remetendo o réu a julgamento perante o Tribunal Popular, em Ibiúna, sob acusação de homicídio duplamente qualificado, pelo recurso que impossibilitou a defesa da vítima e pelo motivo torpe".

Pimenta Neves pretende ser julgado por homicídio simples e não por crime duplamente qualificado. No dia 21 de agosto, durante sessão no TJ-SP, o desembargador Haroldo Luz decidiu transformar o julgamento desse mesmo recurso em diligência, dando ao réu mais uma oportunidade de ser ouvido em juízo. Ao mesmo tempo, o desembargador Ribeiro dos Santos pediu vistas para analisar o caso. Na quinta-feira, então, deverá se pronunciar. (Máquina da Notícia)

Revista Consultor Jurídico, 15 de setembro de 2003, 17h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/09/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.