Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novo recorde

Internet brasileira bate recorde no tempo médio de navegação

Mantendo a tendência de aumento do tempo médio de navegação durante as férias de julho, internautas residenciais brasileiros alcançam novo recorde no período. Segundo o Ibope, foram 11 horas e 48 minutos, crescimento de 9,29% sobre as 10 horas e 48 minutos de junho.

Como em anos anteriores, julho, devido às férias escolares, permitiu aos internautas um tempo maior de navegação. Destaque para os professores e alunos, que permaneceram mais tempo na internet no período - 12:13:29 e 12:19:47, respectivamente, contra 11:20:56 e 10:57:49, repectivamente, em junho (hh:mm:ss) -, e para executivos e profissionais liberais, que também aumentaram seus tempos médios diante do computador no período, atingindo 13:28:57 e 13:26:08, respectivamente, contra 11:46:53 e 11:17:46, respectivamente, em junho.

Já o número de usuários residenciais ativos baixou 8,42%, fechando o mês com 7,256 milhões de usuários. "Este movimento pode estar relacionado a uma série de fatores, como a crise econômica e o desemprego, e mais diretamente relacionado ao expressivo reajuste da telefonia fixa, autorizado pela Anatel em 27 de junho de 2003", comenta Alexandre Sanches Magalhães, analista de internet do Ibope eRatings.com.

Destes 8,42% - ou 667 mil pessoas - que deixaram de navegar em julho, 527 mil, ou 79%, eram mulheres, que cairam de uma participação de 46,74% na internet em junho, para 43,77% em julho. Este fenômeno é a repetição do ocorrido no primeiro mês da sobretaxa das contas de energia elétrica em junho de 2001, momento histórico conhecido como Apagão. Na época, as mulheres perderam 2,3% de participação na composição da internet residencial ativa, caindo de 42,5% em maio de 2001, para 40,2% em junho do mesmo ano.

"Para os próximos meses, a tendência de queda no número de usuários ativos dependerá do real impacto que as tarifas de telefonia terão sobre a vida das pessoas. Creio que este primeiro movimento foi preventivo. Quando pagarem suas contas e verificarem o verdadeiro impacto no bolso, alguns internautas retomarão suas atividades online regulares. Assim aconteceu no primerio mês do Apagão", complementa Magalhães. (Ibope)

Revista Consultor Jurídico, 4 de setembro de 2003, 21h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/09/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.