Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Posição marcada

"Críticas de Corrêa não vão gerar crise entre Poderes."

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Francisco Fausto, defendeu o presidente do Supremo Tribunal Federal, Maurício Corrêa, das críticas que vêm recebendo por sua atuação e postura adotada em relação à reforma da Previdência. "O ministro Maurício Corrêa merece o respeito de toda a magistratura pela posição apropriada e eficiente na questão da reforma da Previdência, na parte relativa à magistratura", afirmou o presidente do TST.

Quanto à entrevista à revista Veja -- publicada na edição desta semana, na qual o presidente do STF faz críticas ao governo --, Francisco Fausto entende que a opinião do ministro Maurício Corrêa é pessoal. "Penso que não vá gerar crise nenhuma entre os Poderes", afirmou.

"De minha parte, fiz recentemente uma crítica pontual ao governo, mas ainda acredito, sinceramente, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva venha a fazer o governo que os brasileiros esperam dele", concluiu.

Em julho deste ano, Fausto criticou o presidente da República e afirmou que foi vítima de um "estelionato eleitoral". (Com informações do TST)

Revista Consultor Jurídico, 2 de setembro de 2003, 12h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/09/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.