Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Plágio confirmado

Nelson Jobim nega novo recurso de Roberto e Erasmo Carlos

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Nelson Jobim, negou seguimento ao agravo de instrumento dos cantores e compositores Roberto e Erasmo Carlos contra decisão da Justiça do Rio de Janeiro, que os condenou por plágio de composição musical.

A ação, em que os compositores foram condenados, foi proposta por Sebastião Braga. Ele alegou que a canção "O Careta", que fazia parte de um dos discos de Roberto, era cópia da música "Loucuras de Amor", de sua composição.

Segundo Jobim, o STF tem entendido que "não cabe recurso extraordinário para o reexame, em concreto, dos pressupostos de admissibilidade de recurso especial". Dessa forma, ele reiterou a sua decisão anterior. (STF)

AI 430.966

Leia também:

11/3/2003 - Plágio musical

STF confirma condenação de Roberto e Erasmo Carlos

Revista Consultor Jurídico, 28 de março de 2003.

Revista Consultor Jurídico, 28 de março de 2003, 20h33

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/04/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.