Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Questão de honra

Ação de Geddel contra ACM por danos morais chega ao Supremo

O Supremo Tribunal Federal recebeu, nesta sexta-feira (14/3), um inquérito em que o deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) acusa o senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) de calúnia, injúria e difamação.

O deputado diz que o senador concedeu entrevista à Rádio Subaé de Feira de Santana (BA), com propósito doloso. ACM teria dito que Geddel "é uma figura porca, suja porque usufrui vantagens da Codeba, do ministério dos Transportes, de toda parte". Segundo o deputado, ACM também o chamou de "colecionador de boiadas e fazendas griladas".

Geddel afirmou que, para ele, "a honra é um bem precioso" e que "o brio, a altivez, a dignidade de homem e mulher de vida limpa" não lhe permitem receber calúnias. (STF)

Inq 1.943

Revista Consultor Jurídico, 14 de março de 2003.

Revista Consultor Jurídico, 14 de março de 2003, 20h14

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/03/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.