Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Julgamento adiado

Editora Abril consegue voto favorável em julgamento sobre censura

O Tribunal de Justiça de São Paulo começou a julgar nesta quinta-feira (13/3) o agravo de instrumento interposto pela Editora Abril. A empresa tenta barrar a censura sofrida pela revista Você S/A em primeira instância. O primeiro voto foi a favor da Editora Abril.

O desembargador Rebello Pinho, relator do caso na 4ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP, entendeu que o entendimento do Juízo de primeiro grau configura um "embaraço à liberdade de imprensa".

Entretanto, o julgamento foi interrompido porque o desembargador Carlos Stroppa pediu vista.

Leia também:

27/02/03 - Sem desembargador

TJ-SP adia julgamento de recurso para barrar censura prévia

09/02/2003 - Sinal vermelho

Ministro da Justiça e STF repudiam censura prévia

09/02/2003 - Liberdade de expressão

Censura prévia: uma ameaça atual e um desrespeito à CF

05/02/2003 - Volta ao passado

Revista da Editora Abril sofre censura prévia em SP

Revista Consultor Jurídico, 13 de março de 2003.

Revista Consultor Jurídico, 13 de março de 2003, 16h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/03/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.