Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Alemão na cadeia

STF é informado sobre prisão de alemão acusado de não pagar dívida

O Supremo Tribunal Federal recebeu ofício da Coordenação Geral de Polícia Criminal Internacional (Interpol) comunicando a prisão preventiva para Extradição (PPE 452) do empresário alemão Manfred Landgraf. O relator do processo, ministro Gilmar Mendes, havia decretado a prisão preventiva para extradição de Landgraf no dia 19 de maio, quando autorizou, também, a busca e apreensão dos objetos encontrados com o estrangeiro.

O alemão foi preso no dia 22 de maio na cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte, e está na carceragem da Superintendência da Polícia Federal no estado. Com ele, foram apreendidos R$ 210 mil e 300 mil euros, em dinheiro. O governo da Alemanha quer sua extradição para que responda aos processos que correm contra ele naquele País. No entanto, nenhum pedido chegou ao STF até o momento.

Manfred Landgraf é proprietário de uma empresa de táxi aéreo e helicópteros e, através da empresa, o empresário conseguia empréstimos milionários junto às instituições financeiras alemãs. Porém, nenhum dos empréstimos foi pago e os helicópteros não cobriram os prejuízos do calote no sistema financeiro.

Ao ser preso, Manfred Landgraf também foi autuado nos artigos 299, 304 e 307 do Código Penal, que tratam de falsidade ideológica, uso de documento falso e identidade falsa, respectivamente. Com o auto de prisão em flagrante, o acusado passará a responder por crimes cometidos no Brasil. (STF)

Revista Consultor Jurídico, 26 de maio de 2003, 16h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/06/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.