Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Zero a zero

OAB-SP: desfaz-se a união das oposições. Aluizio rompe aliança.

A vantagem oposicionista na disputa pelo comando da OAB paulista se esvaiu nesta quinta-feira (22/5). A costura que colocou no mesmo balaio Aluizio Lacerda Medeiros, presidente da Aasp (Associação dos Advogados de São Paulo), Euro Bento Maciel e Roberto Ferreira se desfez. Considerando a desunião dos candidatos situacionistas, o jogo voltou ao zero a zero.

De acordo com Euro, Aluizio Medeiros desistiu de liderar a frente ampla de oposição em razão de "uma série de dificuldades", como o fato de ser presidente da Associação.

A nova composição é de Ferreira como cabeça de chapa e Euro Maciel como seu vice. O advogado Alberto Rollo, ex-conselheiro da OAB-SP, está no grupo e deve integrar a chapa para a diretoria da entidade. "Enfim, voltamos àquela velha fórmula de fevereiro", disse Euro.

Quanto à decisão de Clito Fornaciari Júnior de não apoiar a candidatura de Aluizio Medeiros, Euro Maciel disse que "ele ficou de fora [da almejada frente ampla de oposição] porque quis".

Em carta publicada pela revista Consultor Jurídico, Clito afirmou que não iria participar da aliança porque a "chapa encabeçada por Aluizio Medeiros e apadrinhada pelo Dr. Roberto Battochio é simplesmente uma fórmula para ganhar as eleições, nada mais".

O outro time

A situação está dividida entre o criminalista Luiz Flávio Borges D'Urso, apoiado por Rubens Approbato Machado e Antonio Corrêa Meyer; e o procurador do Estado Vitorino Antunes, apoiado por Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, Mário Sérgio Duarte Garcia, José Eduardo Loureiro, Jorge Eluf e José Luís de Oliveira Lima.

Há ainda, na situação, as candidaturas da conselheira federal Rosana Chiavassa; do secretário-geral da OAB-SP, Walter Uzzo; e do vice-presidente, Orlando Maluf.

Leia também:

22/5/03 - Carreira solo

Advogado diz que não adere à candidatura de Medeiros

21/5/03 - Dada a largada

Começa a disputa pelo comando da OAB paulista

20/5/03 - Sem segredos

OAB paulista não tem o que esconder de ninguém

20/5/03 - Toque de caixa

Falta controle rígido nas contas da Ordem paulista

Revista Consultor Jurídico, 22 de maio de 2003, 12h37

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/05/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.