Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Show Business

Nicéa é condenada a detenção na Justiça criminal de São Paulo

A ex-primeira-dama de São Paulo, Nicéa Camargo (ex-Pitta), foi condenada a detenção de seis meses pelo Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo. A pena foi substituída por multa. O relator do caso foi o juiz Pedro de Alcântara.

A advogada da ex-primeira-dama, Andréa Guedes, disse à revista Consultor Jurídico que vai entrar com embargos infringentes.

A ação foi interposta pelo empresário Jorge Antonio Miguel Yunes. Ele alega que se sentiu ofendido com as declarações de Nicéa ao programa Show Business, da Rede TV! Ela teria dito que foi ameaçada pelo empresário.

Andréa Guedes afirmou que "Nicéa tem cerca de 15 decisões favoráveis em primeira e segunda instâncias e apenas duas desfavoráveis". Ainda cabem recursos em todas as decisões.

Processo nº 050000503037

Revista Consultor Jurídico, 16 de maio de 2003, 17h56

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/05/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.