Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Concurso da PGE

Candidatos aprovados em concurso da PGE protestam na AL-SP

Os aprovados em dezembro de 2002 no concurso feito pela Procuradoria-Geral do Estado -- e ainda não nomeados pelo governo de São Paulo -- farão na próxima quarta-feira (14/5) um protesto na Assembléia Legislativa. O Sindicato dos Procuradores do Estado de São Paulo (Sindiproesp) e a Associação dos Procuradores do Estado (Apesp) acompanharão o ato. O presidente da Assembléia, Sidnei Beraldo, receberá os procuradores às 13h30. Estão previstas manifestações de deputados no Plenário.

O concurso público para ingresso de novos profissionais na PGE contou com 11 mil inscritos, dos quais 155 foram aprovados. Foi o primeiro concurso promovido em cinco anos. O governo estadual decidiu adiar a nomeação dos aprovados, alegando falta de verba.

A falta de estrutura e o excesso de trabalho afetam hoje, de forma drástica, todos os níveis da PGE. Dos 1.500 cargos que compõem a carreira, mais de 600 estão vagos. A nomeação dos novos procuradores sanaria, em parte, o problema.

Em manifesto, que está sendo enviado a todos os deputados estaduais, os aprovados no concurso público lembram que a PGE desempenha funções essenciais à administração pública e à Justiça. "Enquanto as demandas multiplicam-se, os recursos humanos da Procuradoria Geral do Estado diminuem, dificultando em muito a eficiência desta instituição. A nomeação que ora se anseia é indispensável para conferir o novo e tão aguardado fôlego à carreira", afirma o manifesto.

Revista Consultor Jurídico, 12 de maio de 2003, 18h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/05/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.