Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Vai e volta

OAB-SP critica retorno de Beira-Mar para Presidente Bernardes

O vice-presidente da OAB-SP, Orlando Maluf Haddad, criticou nesta terça-feira (6/5) o retorno do traficante Fernandinho Beira-Mar para o Centro de Readaptação Penitenciária de Presidente Bernardes. "As idas e vindas de Fernandinho Beira-Mar desmoralizam a política de segurança pública do País, onde não há presídios federais, capazes de abrigar condenados de alta periculosidade, além de exporem a um clima de insegurança as populações locais dos presídios onde o traficante fica abrigado", afirma Haddad. Ele critica, também, os altos os custos dos deslocamentos de Beira Mar, suficientes para construir um presídio de segurança máxima, dotado de padrão de segurança de última geração.

Segundo o vice-presidente da OAB-SP, o ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos está certo, em parte, ao afirmar que Beira-Mar deve ser tratado como um bandido qualquer. "Não podemos glamurizar um criminoso, mas precisamos tomar medidas definitivas para conter seu poder, que expõe a crise dos sistema prisional brasileiro e o poder do crime organizado no País".

Para Haddad, somente dando uma solução definitiva para o caso Beira-Mar, o Poder Público terá autoridade para colocar um fim aos atentados registrados no Rio de Janeiro, como o de segunda-feira, no campus da Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, onde os traficantes dispararam contra os alunos, porque a instituição descumpriu ordem de encerrar as atividades, ferindo gravemente uma estudante de 19 anos. (OAB-SP)

Revista Consultor Jurídico, 6 de maio de 2003, 13h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/05/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.