Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cooperação judiciária

Brasil e Suíça discutem detalhes de acordo de cooperação judiciária

O diretor de Cooperação Judiciária Internacional da Suíça, Mário-Michel Affentranger, e a coordenadora de Cooperação Judiciária Internacional em Matéria Penal do Ministério da Justiça, Maria Cláudia Cabral, terão reuniões a partir desta terça-feira (6/5) até quinta-feira (8/5). Eles discutirão o acordo bilateral entre Brasil e Suíça para combater crimes de lavagem de dinheiro, corrupção e tráfico de drogas. A reunião será no Ministério das Relações Exteriores.

O acordo servirá para facilitar investigações, ações penais e prevenção do crime organizado internacional por meio de assistência jurídica recíproca, além de permitir a repatriação de recursos desviados para o exterior. O Brasil está negociando um acordo com a Suíça desde o ano passado.

As negociações se intensificaram em razão do escândalo do dinheiro desviado pelo governo do Rio de Janeiro para a Suíça e pelo grande número de contas brasileiras em bancos suíços.

A delegação suíça tem quatro integrantes. Além do diretor Michel Affentranger, também estarão presentes no encontro a conselheira jurídica de Tratados Internacionais, François Micate, a perita em Cooperação Judiciária, Sabine Jaag e a assessora de Direito Internacional Público, Monika Matti. (MJ)

Revista Consultor Jurídico, 6 de maio de 2003, 15h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/05/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.