Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Banco Araucária e contas

O BANCO ARAUCÁRIA E A LAVAGEM DE DINHEIRO -

= CINCO BILHÕES =

Devido às várias notícias veiculadas e relacionadas à lavagem de dinheiro e a ligação do Senador Jorge Borhausen com o Banco Araucária - temos a esclarecer:

1º) - Qualquer cidadão brasileiro ou estrangeiro residente no país, - desde que tenha e prove condições - pode remeter dinheiro para qualquer lugar do mundo, - via Banco, habilitado, - através das CC-5. Portanto, remeter dinheiro via CC-5 não é ilegal nem criminoso.

2º ) - Todas as operações de câmbio do Banco Araucária foram de acordo com a legislação vigente:

a) O Banco Central, nas inspeções obrigatórias realizadas, nunca questionou uma só irregularidade ;

b) A Comissão de Liquidação do Banco Araucária, no inquérito já concluído, não relata nenhuma irregularidade no câmbio (CC-5);

c) O Banco Araucária somente operava com instituições financeiras - portanto, sem laranjas;

d) O Banco Araucária sempre informou ao Banco Central sobre todas as suas operações - quem remetia a importância e para quem, devidamente monitoradas e fiscalizadas pelo próprio Banco Central.

e) Todas as operações de câmbio realizadas pelo Banco Araucária eram sobre repatriamento da moeda "real". Dinheiro proveniente do Comércio de Ciudad del Leste, Paraguai, - na época o 3º pólo mundial comercial, atrás somente de Hong Kong e Miami. Antes da CC-5 o "real" entrava ilegalmente no país e era convertido no paralelo em dólares e também ilegalmente saía do Brasil.

3º ) - Os Bornhausen nunca remeteram dinheiro via Banco Araucária, como também nunca tiveram conta no Banco Araucária. Ressalta-se : o Dr. Paulo Konder Bornhausen vendeu sua participação do Banco Araucária no ano de 1995, conforme registro no Banco Central.

4º ) - CORTINA DE FUMAÇA -

Boletim de estatística do Banco Central sobre dinheiro remetido via CC-5, no período mencionado, certifica que por Foz de Iguaçu saíram 5% ( cinco por cento ); por São Paulo, 80% ( oitenta por cento ) e pelo Rio de Janeiro 14% ( quatorze por cento ) do total operado. Conclui-se segundo informações - se por Foz foram remetidos 30 BILHÕES, no Brasil todo se calcula, então, foram 600 BILHÕES - ou seja, 2 vezes o valor de nossa dívida externa.

Daí indaga-se: por que somente Foz é investigada? Por que somente o Banco Araucária é citado?

Sabe-se : o Banco do Brasil é Banco público- tem agências nas principais cidades do mundo - portanto é fácil ao Governo obter todas as informações que desejar e que sejam necessárias.

E os grandes Bancos que operam em câmbio no Brasil ( São Paulo e Rio) ?

5º ) - o Banco Araucária sofreu intervenção e liquidação.-

a) Na época, como hoje, notícias veiculadas pela Imprensa e exploradas pelos boletins "marrons" - fornecidas sem responsabilidade, formaram, é evidente , uma onda gigantesca de descrédito sobre o Banco Araucária - (a imprensa constrói, mas também destrói) - provocou como conseqüências saques continuados de depósito e aplicações, gerando, evidentemente problemas de fluxo de caixa e inadimplência. Assim sendo, o Banco Araucária recorreu, por vez primeira, ao Banco Central, solicitando empréstimo de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais ) - não um bilhão e meio de reais - oferecendo garantias financeiras. Absurdamente e inexplicavelmente, este empréstimo foi negado, gerando, em seguida, a intervenção e liquidação do Banco. Ressalta-se, ainda, por oportuno, que a época, foram oferecidas ao Banco Central garantias em créditos que os acionistas possuíam e ainda possuem contra o Estado do Paraná, em precatórios vencidos em 1996 e contra a União, precatório vencido em 1993 e Letras do Tesouro Nacional.

6º ) - Espera-se que, agora instalada a C.P.I. no Congresso, seja a mesma "abrangente e ampla" resultando em esclarecimentos de todos os atos e fatos com punição dos responsáveis pelas falsidades levantadas. Espera-se, também , que a primeira instituição a ser convocada seja o Banco Central, que seguramente poderá esclarecer como e porque funcionam as contas CC-5. E concluindo citando Abraham Lincoln :

" é possível enganar a todos por pouco tempo", - no Brasil, segundo a história , décadas.-

Alberto Dalcanale Neto

Presidente da Araucária

albertodalcanale@hotmail.com

Revista Consultor Jurídico, 25 de junho de 2003, 16h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/07/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.