Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Trabalho preventivo

Central eletrônica vai rastrear telefonemas de criminosos no RJ

A polícia do Rio de Janeiro já conta com um sistema de busca eletrônica para rastrear telefonemas entre criminosos no Estado. A Central de Busca Eletrônica foi inaugurada hoje, na sede da Secretaria de Segurança Pública. Custou R$ 354 mil e tem a capacidade de escuta simultânea de 800 telefones.

As conversas são gravadas em CDs, em substituição às fitas, que podem ser alteradas ou apagadas. O sistema analógico foi trocado por digital que capta, inclusive, conversas entre os rádios da Nextel bastante usados pelos traficantes.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Anthony Garotinho, o equipamento de grampeamento telefônico faz parte do processo de reestruturação do sistema de inteligência do Estado que, segundo ele, estava muito precário. O objetivo, informou, é que a central promova um trabalho preventivo no combate ao crime organizado no Estado. (Agência Brasil)

Revista Consultor Jurídico, 18 de junho de 2003, 6h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/06/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.