Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem consenso

Metrô e funcionários não chegam a acordo no TRT paulista

Depois de quatro horas de negociação, representantes do Metrô, dos metroviários e do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo não chegaram a um acordo, durante audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho paulista, nesta terça-feira (17/6).

Os metroviários entraram em greve porque a Companhia do Metropolitano de São Paulo não cumpriu a decisão do TRT, que determinou reajuste salarial de 18,13% do IVC do Dieese para os oito mil trabalhadores.

Representantes do Metrô, dos metroviários e do Sindicato se reunirão novamente nesta quarta-feira (18/6), em Brasília, para outra tentativa de conciliação.

A reunião foi convocada pelo presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Francisco Fausto, por conta do pedido de efeito suspensivo ajuizado na última segunda-feira pela diretoria do Metrô contra decisão do TRT paulista. Caso não haja acordo, o TRT julgará a greve na próxima segunda-feira (23/6). (TRT-SP)

Revista Consultor Jurídico, 17 de junho de 2003, 20h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/06/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.