Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cadeiras desocupadas

TRF da 3ª Região escolhe listas tríplices para três vagas na Corte

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região escolheu as listas tríplices para as duas vagas destinadas aos advogados e uma ao Ministério Público na Corte. A última sessão foi suspensa por falta de condições depois de manifestação dos juízes Baptista Pereira e Johonsom di Salvo.

Primeiramente, o Colegiado rejeitou, por maioria, questão de ordem levantada por Johonsom di Salvo. Ele sugeriu que a lista fornecida pelo Ministério Público Federal fosse rejeitada ou devolvida por conter quatro e não seis nomes como disposto na Constituição.

No início foram apreciados os nomes dos procuradores. Restaram indicados os procuradores Luiz de Lima Stefanini, Maria Iraneide Olinda Santoro Facchini e Osmar José da Silva.

O Plenário decidiu, preliminarmente, ser conveniente a análise, individualizada, das duas listas elaboradas pela Ordem dos Advogados do Brasil. Assim, quanto à primeira lista enviada pela entidade, elegeram-se Maria Cecília Pereira de Mello, Mário Müller Romiti e Maristela Basso.

No segundo rol de nomes apresentado pela OAB, a Corte escolheu, para integrar a lista tríplice, Luís Paulo Cotrim Guimarães, Alfredo Cândido Santos Ferreira e Carlos Thamir Thompson Lopes.

No final da reunião, a presidente do TRF-3, Anna Maria Pimentel destacou que, com espírito público de todos, a Corte conseguiu dar importantes passos no sentido de sua ampliação -- providência tida por essencial à intensificação da celeridade na prestação jurisdicional.

As três listas tríplices formadas serão encaminhadas ao presidente da República para nomeação de três nomes. (TRF-3)

Revista Consultor Jurídico, 10 de junho de 2003, 11h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/06/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.