Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Previdência paulista

Procuradores paulistas criticam projeto para Previdência do Estado

O governador Geraldo Alckmin enviou à Assembléia Legislativa, na semana passada, projeto de lei que eleva para 3% o desconto sobre o salário mensal dos servidores da ativa, incluindo os 6% já descontados para o Ipesp, os 2% para o Iamspe e mais 5% para assegurar as futuras aposentadorias.

O presidente da Associação dos Procuradores do Estado de São Paulo (Apesp), José Damião de Lima Trindade, afirmou que "com o novo desconto proposto pelo governador, os servidores passariam a ter 13% retidos em seus salários a título de seguridade social." Segundo ele, na prática, a medida é um "corte" nos salários.

"Considerando que o reajuste ao funcionalismo estadual será de zero em 2003, contra uma inflação de 18% acumulada nos últimos 12 meses, o governo do Estado está fazendo caixa à custa da remuneração dos servidores", afirmou.

Revista Consultor Jurídico, 6 de junho de 2003, 20h53

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/06/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.