Consultor Jurídico

Notícias

Livre acesso

Informações sobre advogados podem ser acessadas no site da OAB-SP

A OAB paulista está abrindo ao público seu cadastro com dados de mais de 210 mil advogados, para consulta através do site www.oabsp.org.br.

"Essa era uma antiga demanda da sociedade, que procurava a Ordem para saber se determinada pessoa era efetivamente um advogado inscrito e com plenos direitos para representá-la em uma ação judicial", afirmou o presidente da Seccional, Carlos Miguel Aidar.

O presidente da entidade enfatizou que o sistema também beneficiará os advogados, porque inibirá o exercício ilegal da profissão e fraudes.

De acordo com o presidente da Comissão de Informática Jurídica da OAB-SP, Marcos da Costa, as informações do cadastro contém seis dados básicos: nome, número, data e tipo de inscrição (definitiva, estagiário, suplementar de outro Estado, provisória ou conselheiro estrangeiro), Estado de origem e situação (se o advogado está ativo).

O cadastro também inclui a foto do advogado. "Este elemento é um instrumento de identificação pessoal para quem faz a consulta. É mais uma garantia, para saber se efetivamente o advogado que vai contratar é aquele que consta do banco de dados da Ordem", disse Costa. "Estudamos a possibilidade de o advogado poder disponibilizar mais dados, se quiser", completou o presidente da Comissão.

Ele ressalta que quem quiser pode pedir a retirada da foto. "Não houve prévia consulta dos inscritos porque o cadastro da Ordem é de natureza pública, como definido pelo Regimento Geral do Conselho Federal", afirmou.

A pesquisa dos dados é bastante simples: basta entrar no site e clicar no ícone "Consulta Inscritos OAB-SP". Há três formas de pesquisa: por número de inscrição do advogado, nome ou CPF. (OAB-SP)

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 31 de julho de 2003, 15h07

Comentários de leitores

2 comentários

O profissional inscrito nos quadros da Ordem qu...

Paulo TRevisani (Advogado Assalariado - Internet e Tecnologia)

O profissional inscrito nos quadros da Ordem que falece, nao mais existe, portanto, impossivel de ser contratado ou de ser objeto de simulaçao por parte de quem quer que seja, ja que a nova carteira de identidade nao permitira este tipo de fraude.

A inovação da OAB/SP é válida, porém, falha. Te...

Ricardo Montero (Advogado Autônomo - Civil)

A inovação da OAB/SP é válida, porém, falha. Tenho uma colega advogada falecida, mas no cadastro da OAB consta como ativo-normal. Levando-se em consideração que é o primeiro passo, espera-se o aperfeiçoamento do sistema com informações fiéis a realidade, pois caso contrário, será apenas mais uma boa intenção.

Comentários encerrados em 08/08/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.