Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Canal aberto

Abdala afirma confiar em negociações para evitar greve de juízes

O presidente em exercício do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Vantuil Abdala, afirmou nesta terça-feira (29/7) estar confiante na retomada das negociações, até o final da semana, em torno da Reforma da Previdência e as regras para a aposentadoria da magistratura. "Temos esperança que, até sexta-feira, seja reaberto o canal de negociações com o governo federal e com isso também seja evitada uma paralisação dos juízes", sustentou o dirigente do TST.

Indagado sobre a possibilidade do governo federal estar disposto a ceder em algum ponto de sua proposta para a Reforma da Previdência, Vantuil Abdala se mostrou igualmente otimista. "É possível que o governo não ceda em tudo mas em alguns aspectos, principalmente no que diz respeito ao limite de remuneração dos magistrados estaduais, que é o ponto mais crítico no momento".

Vantuil Abdala voltou a apelar às diversas lideranças e integrantes da magistratura a fim de que evitem uma paralisação, que "nada trará de positivo", até por não possuir respaldo legal. "O juiz não deixa de ser 'latu sensu' um servidor público apesar de se constituir num poder de Estado. Ora, se o servidor público não está apto a fazer greve, como se pronunciou o Supremo Tribunal Federal, muito menos estaria o juiz, um poder do Estado. Não existe uma regulamentação para o tema e esse é mais um motivo para que não seja deflagrada essa greve". (TST)

Revista Consultor Jurídico, 29 de julho de 2003, 17h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/08/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.