Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novo alvo

CPMI do Banestado afirma que vai investigar Paulo Maluf

A notícia de que o ex-prefeito Paulo Maluf foi detido pela polícia fazendária, interrogado e liberado na França movimentou a reunião da CPMI do Banestado que investiga a evasão de divisas através de contas CC5. "Precisamos saber detalhes do assunto, para ver se tem algo a ver com a evasão de divisas e, portanto, se é da alçada da CPMI" - disse o senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT), presidente da CPMI.

O senador pediu à assessoria da CPMI para apurar se existe acordo de cooperação entre Brasil e França na esfera policial e judicial. Com base nessa informação, a CPMI poderá pedir oficialmente ao governo francês detalhes sobre os motivos da detenção de Paulo Maluf, bem como informações sobre a conta que ele movimenta, o valor do saque pretendido e, inclusive, se for o caso, pedir a quebra do sigilo bancário da conta, para ver a origem do dinheiro nela depositado.

O assunto chamou a atenção do presidente da CPMI porque ele havia recebido informações do Ministério Público de São Paulo de que as contas movimentadas por Paulo Maluf na Europa seriam abastecidas com recursos que saíram do Brasil através de contas CC5 em Foz do Iguaçu. Com base nessas informações, o senador Antero Paes de Barros requereu à CPI que requisite da Justiça e do Ministério Público paulistas todas as informações sobre os dois processos que apuram o envolvimento de Maluf como beneficiário do esquema de evasão de divisas através de contas CC5.

"A prisão do Maluf foi mera coincidência. Mas nos alertou para a necessidade de pedirmos informações ao governo francês, para ver as providências que a CPMI pode adotar" - disse o senador. Segundo Antero, Maluf pode até ser convocado pela comissão para prestar esclarecimentos.

As políticas nacionais de combate à lavagem de dinheiro serão debatidas em palestra do ministro do Superior Tribunal de Justiça, Gilson Dipp, e do presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, Marcos Caramuru, no dia 27 de agosto, em São Paulo.

Clique aqui para obter mais informações sobre a palestra do ministro do STJ e do presidente do Coaf

Revista Consultor Jurídico, 25 de julho de 2003, 12h54

Comentários de leitores

1 comentário

Eu considero Paulo Maluf um dos maiores males d...

Rodrigo Laranjo ()

Eu considero Paulo Maluf um dos maiores males do Brasil, mas em um ponto eu o admiro: Não comete falhas. Não vai ser de maneira tão simplória que ele será "pego"... www.wibs.com.br

Comentários encerrados em 02/08/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.