Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Contra-reforma

Fausto afirma que juízes não devem fazer greve contra Reforma

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Francisco Fausto, afirmou considerar legítima a greve dos servidores federais, mas não acredita que os juízes devam fazer o mesmo para reivindicar mudanças relativas à reforma da Previdência. "Vamos lutar com nossas próprias armas e usar de muita força de persuasão para tentar reverter os pontos dos quais discordamos", disse o ministro.

Nesta sexta-feira (18/7), Fausto voltou a afirmar que o relatório da proposta da Reforma, apresentado na quinta-feira (17/7) pelo deputado José Pimentel (PT-CE), representa uma ameaça ao futuro da magistratura brasileira. "Ficará cada vez mais difícil renovar os quadros de juízes porque os melhores bacharéis em Direito, até então interessados em ingressar na magistratura em busca de uma situação confortável, preferirão trabalhar nos escritórios de advocacia". (TST)

Revista Consultor Jurídico, 18 de julho de 2003, 19h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/07/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.