Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Rescaldo de eleição

Requião apresenta representação criminal contra Álvaro Dias

O governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB) apresentou representação criminal contra o senador Álvaro Dias (PMDB), em que o acusa dos crimes de calúnia e difamação. As ofensas teriam sido feitas, de acordo com Requião, durante um debate no segundo turno das eleições de 2002.

Na ocasião, o senador Álvaro Dias apresentou sentença do Judiciário paranaense que condenava o Estado a indenizar duas pessoas pela morte do líder sem-terra Deniz Bento da Silva (conhecido como Teixeirinha), praticada por policiais militares.

Segundo os autos, tanto no debate quanto em seu programa eleitoral veiculado no horário gratuito, o senador disse que Requião foi acusado e condenado, na referida sentença, pela morte de Teixeirinha. De acordo com a ação, dias afirmou ainda que quando exercia seu primeiro mandado de governador do Paraná, Requião teria dado a ordem que promoveu o linchamento do líder sem-terra.

Requião sustenta em sua representação que "não foi acusado nem condenado de coisa alguma" e que não teria ordenado o crime de homicídio. "Tais fatos divulgados tinham o condão de exercer influência sobre o eleitorado paranaense no 2º turno das eleições 2002", sustenta o governador. (STF)

INQ 1.886

Revista Consultor Jurídico, 29 de janeiro de 2003, 11h49

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/02/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.