Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Inteligência Jurídica

Inteligência jurídica: Ijuris e Unisul com MBA em E-gov pela Internet.

Por 

O Brasil acaba de ganhar o seu primeiro MBA em Governo Eletrônico, totalmente pela Internet. O curso foi desenvolvido pelo IJURIS - Instituto Jurídico de Inteligência e Sistemas, em parceria com a UNISUL, e já está aprovado pelo MEC.

O IJURIS desenvolve o conteúdo, a parte científica, as soluções tecnológicas e seus pesquisadores serão os docentes.

A UNISUL oferece a sua eficiente estrutura administrativa e seu inovador ambiente virtual de aprendizagem (referência nacional).

O objetivo do curso é capacitar os alunos para os seguintes aspectos:

1. pesquisar e publicar trabalhos internacionais;

2. desenvolver conceitos técnicos e científicos;

3. construir soluções tecnológicas com aplicação prática imediata;

4. atuar como docente, multiplicador ou agente de capacitação;

5. prestar consultoria;

6. prestar concursos para carreiras públicas;

7. exercer atividades governamentais no contexto digital.

Seu conteúdo é dirigido a profissionais de todo o Brasil, com atuação no setor público, em suas diversas esferas, inseridos no processo de mudanças organizacionais decorrentes da incorporação de novas tecnologias nos processos operacionais do governo, bem como a profissionais do setor privado, cujas empresas integrem projetos de governo eletrônico, além de integrantes de organizações do terceiro setor.

As aulas serão voltadas para profissionais e pesquisadores de nivel superior que detenham interesse na compreensão tecnológica dos fenômenos governamentais. Dado o seu caráter interdisciplinar, o curso atende aos interesses de candidatos das áreas de Ciências Sociais Aplicadas, como Direito, Administração e Economia, e de Ciências Tecnológicas, como Engenharias e Informática, além de outras áreas afins, como Ciências Humanas e da Saúde.

A coordenação do curso ficará a cargo do professor Doutor Hugo César Hoeschl, autor do livro "Sistema Olimpo", sobre o conselho de Segurança da ONU. Hoeschl é Procurador da Fazenda Nacional, e criou, na UFSC, a primeira cadeira sobre Governo Eletrônico do Brasil, em nivel de mestrado e doutorado. Antes disso, fez mestrado em direito, especialização em informática e doutoramento em inteligencia aplicada, e possui mais de 15 publicações internacionais na área do curso.

A equipe do IJURIS procurou mesclar eficiência acadêmica com experiência profissional, tanto na modelagem do conteúdo, quanto na escolha dos professores.

Os pesquisadores trabalham em conjunto há 7 anos, de forma interdisiciplinar, desenvolvendo soluções que tem aplicabilidade na área foco do curso. Deste trabalho já resultaram mais de 20 softwares, 7 dos quais patenteados (registrados) no INPI, além de trabalhos científicos publicados em países como EUA, França, Alemanha, Espanha, Noruega e China. No final de 2002, o IJURIS recebeu a qualificacao de Centro de Referência em Gestão do Conhecimento, pelo Ministério de Ciência e Tecnologia.

Participarão do curso os pesquisadores Carlos Augusto M. Remor, Dr, Christianne Coelho, Dr, Eduardo Mattos, Msc, Cláudia Pomar, Msc, André Bortolon, Msc, Paulo Luna, Msc, Irineu Thais, MBA, Marcelo Ribeiro, Esp, e Robert Willeck, Esp, assim como a autora deste texto.

Além da modelagem conceitual e da discussão científica o curso contemplará importante aspectos pragmáticos úteis aos setores públicos e privados envolvidos no contexto do governo eletrônico.

A grande novidade é a criação de um laboratório específico para o desenvolvimento de projetos, chamado de LABGOVE - Laboratório de Governo Eletrônico. Seu objetivo será permitir que a geração de pesquisa e desenvolvimento a partir das atividades do curso, a fim de que os alunos do curso possam desenvolver matrizes de pesquisas ligadas ao seu ambiente profissional, utilizando o curso para testar e validar o desenvolvimento de soluções, que podem ser a criação de modelos, metodologias, softwares, portais ou plataformas tecnológicas com aplicabilidade no seu local de trabalho. EstE laboratório tambem será coordenado pelo Professor Hoeschl.

Alguns dos conteúdos do curso serão os seguintes:

Introdução ao Governo Eletrônico

Noções básicas e conceito de governo eletrônico. O papel do Estado na Sociedade da Informação. O uso da tecnologia nas atividades governamentais. Inclusão digital e cidadania. Desafios e perspectivas na implantação do governo eletrônico. Estudos de casos.

Portais Governamentais

Métodos e técnicas de construção de portais governamentais. Normas nacionais e internacionais. Tecnologias aplicáveis. Análise de casos: EUA, Japão, Alemanha. Engenharia do conhecimento na área de portais públicos.

Avaliação e gestão de projetos em governo eletrônico

Noções básicas de projetos. Aspectos técnicos: infra-estrutura, padrões técnicos, integração de sistemas, usabilidade. Aspectos gerenciais: fatores humanos, capacitação, orçamento, execução, revisão de processos, qualidade e produtividade.

Inteligência artificial para o governo eletrônico

Noções gerais de Inteligência Artificial. Modelos de IA: raciocínio baseado em casos, redes semânticas, redes conexionistas, aplicações em linguagem natural, sistemas especialistas, etc. Sistemas inteligentes. Aplicações de IA em governo eletrônico.

Aspectos Legais do Governo Eletrônico

Princípios jurídicos do Estado moderno. Fundamentação jurídica dos atos governamentais. Legislação brasileira aplicável ao governo eletrônico. Requisitos legais na validação de documentos e transações digitais. Procedimentos de autenticação, assinatura digital, datação, certificação, criptografia. A ICP-Brasil.

Inteligência Governamental na Era Digital

A importância do planejamento estratégico no ambiente governamental e a necessidade permanente de reunir e processar informações. Enfoque do novo modelo de Inteligência Estratégica baseado no evolução civil e institucional do conceito de inteligência. O tratamento de informações com ênfase em objetivos estratégicos. Infowar.

Gestão da inovação tecnológica

O processo de invenção/inovação. Teorias e abordagens sobre inovação e tecnologia. Inovação tecnológica e sócio-organizacional nas empresas. Novas tecnologias de produção. Compatibilização das inovações. Implicações sócio-organizacionais das novas tecnologias. Aplicações no governo eletrônico.

Psicanálise e semiologia do poder público no contexto digital

O Inconsciente. Repressão. Transferência. O narcisismo e as relações nas instituições. Relação dos indivíduos com as instituições públicas e com a vida digital. Dado, Informação e Conhecimento. Guerra de informações no cotidiano do governo eletrônico. As relações formais e informais nas instituições. Relações formais e informais no contexto público face a tecnologia digital.

Bases da dados na área governamental

Principais bases da dados na área pública. Bases de acesso público e bases de acesso restrito. Comunicação e integração entre megabases. Auditoria digital. Detecção de fraudes.

 é mestre e doutoranda em Inteligência Aplicada pela UFSC, presidente da diretoria executiva do Ijuris e autora de artigos publicados no Brasil e no exterior.

Revista Consultor Jurídico, 21 de janeiro de 2003, 13h37

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/01/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.