Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Perda no Senado

Senador Lauro Campos morreu nesta segunda-feira, no Incor de SP.

O senador Lauro Campos (PDT-DF) morreu às 14h30 desta segunda-feira (13/1), no Instituto do Coração, em São Paulo, onde estava internado desde 10 de dezembro. De acordo com a Agência Senado, o Incor ainda não emitiu laudo sobre a morte.

No final de outubro, Lauro Campos, 74 anos, sofreu um infarto e foi submetido a tratamento, mas começou a ter complicações renais e no fígado.

O velório será no Salão Negro do Congresso Nacional a partir desta terça-feira (14/1). A previsão é de que o corpo deverá chegar em Brasília às 5h. Em vida, Lauro Campos manifestou expressamente seu desejo de ser enterrado na capital federal.

O suplente do senador é o advogado Ulysses Riedel, ex-diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).

Revista Consultor Jurídico, 13 de janeiro de 2003, 18h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/01/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.