Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

De volta às origens

R$ 12 mi roubados da Previdência voltarão aos cofres públicos

O INSS receberá de volta mais de R$ 12 milhões que foram retirados de seus cofres no maior golpe contra a Previdência Social já praticado no Brasil. O dinheiro é fruto da apreensão de 522 quilos de ouro, que estavam em poder do advogado Ilson Escóssia da Veiga.

Escóssia participou de um golpe com o ex-juiz Nestor José do Nascimento e a advogada Jorgina de Freitas. De acordo com cálculos oficiais, foram desviados cerca de R$ 188 milhões.

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Marcus Faver, determinou a venda do ouro em leilão e marcou para esta quinta-feira (16/1) a devolução do dinheiro depositado numa conta especial no Banco do Brasil.

Numa conta de Ilson Escóssia, em Zurique, na Suíça, foram apreendidos US$ 2 milhões. Com a parte que lhe coube nas fraudes, ele comprou 56 imóveis, que estão sendo leiloados pela Justiça.

O advogado, que cumpre pena no presídio Bangu III, foi condenado a pagar as custas do processo, que somam mais de R$ 59 mil. A determinação não foi cumprida porque Escóssia diz não ter recursos.

No final de 2002, o presidente do TJ-RJ negou pedido de liberdade condicional ao ex-juiz Nestor José do Nascimento, porque ele tinha US$ 4 bilhões num banco da Suíça e não devolveu o dinheiro de forma espontânea.

Revista Consultor Jurídico, 13 de janeiro de 2003, 19h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/01/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.