Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nada feito

Motoristas em greve e SP Trans não fecham acordo no TRT de SP

Motoristas em greve e representantes da SP Trans, Transurb e das empresas Expresso Paulistano e Consórcio Aricanduva não chegaram a um acordo durante audiência de conciliação no Tribunal Regional de Trabalho de São Paulo.

Os motoristas entraram em greve devido a falta de pagamento dos salários de dezembro/2002. A juíza Vania Paranhos, que presidiu a reunião, tentará uma nova conciliação na quarta-feira (8/1), às 13h. Dessa vez, participam da reunião os representantes das empresas Mar Azul e Serra Negra, cujos trabalhadores também paralisaram suas atividades.

Caso não haja acordo, a Seção Especializada em Dissídios Coletivos do TRT-SP julgará o dissídio às 17h. A juíza Maria Aparecida Duenhas será a relatora no processo.

Revista Consultor Jurídico, 7 de janeiro de 2003, 20h51

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/01/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.