Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Inclusão digital

Miro assume cargo e defende expansão da informática nas escolas

O ministro das Comunicações, Miro Teixeira, disse hoje durante a solenidade de transmissão de cargo, que se orgulhará muito se conseguir levar a informática às escolas e às entidades que reúnam adolescentes. "Esses meninos não serão competitivos no mercado de trabalho se não tiverem acesso à tecnologia", disse Miro, ao explicar as razões porque defende a expansão da informática para o público jovem. Ele afirmou que os recursos para esta finalidade serão do Fundo das Telecomunicações (Fust). Na concorrida transmissão de cargo, o ex-ministro Juarez Quadros fez um balanço do seu trabalho, em seu discurso de despedida.

Miro Teixeira quer o descontigenciamento dos recursos do Fundo de Universalização das Telecomunicações(Fust), estimados em R$ 2 bilhões. Para desbloquear os recursos contigenciados pela equipe econômica do então Ministro da Fazenda, Pedro Malan, Teixeira planeja reunir-se o mais rápido possível com o novo Ministro da pasta, Antonio Palocci. "Tenho certeza de que não haverá problemas para desbloquear os recursos do Fust já que há verbas garantidas por lei", finalizou o novo ministro.

O ministro das Comunicações disse ainda que um dos maiores objetivos é colocar internet rápida em todas as escolas públicas. "Se não conseguirmos fazer isso, vamos perder gerações", disse. Os recursos para o projeto, segundo ele, sairiam do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust). De acordo com o futuro ministro, o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, tem este programa como um dos prioritários do governo.

Miro afirmou que não terá reunião hoje com o futuro ministro da Casa Civil, José Dirceu, mas confirmou reunião com o Lula no dia 3. Disse que já tem a equipe pronta, mas precisa conversar com Lula para anunciar os nomes que vão comandar as áreas postal, de radiodifusão e comunicações. Ele elogiou a equipe de transição e disse que está aproveitando o pessoal que trabalhou nela.

Fonte: Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 2 de janeiro de 2003, 16h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/01/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.