Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Julgamento adiado

TJ-SP adia julgamento de recurso para barrar censura prévia

O Tribunal de Justiça de São Paulo adiou o julgamento do agravo regimental interposto pela Editora Abril para tentar barrar a censura prévia instituída pelo Juízo de primeira instância à revista Você S/A.

Motivo: o desembargador, Mohamed Amaro, 3º vice-presidente do TJ paulista, não compareceu à sessão. O julgamento do recurso está previsto para a próxima quinta-feira (27/2).

No caso em questão, a empresa Dow Right Consultoria em Recursos Humanos conseguiu liminar para condicionar a publicação de uma notícia ao direito de resposta. A reportagem seria sobre a indústria de recolocação profissional no mercado.

Leia também:

Revista da Editora Abril sofre censura prévia em SP

Ministro da Justiça e STF repudiam censura prévia

Censura prévia: uma ameaça atual e um desrespeito à CF

Revista Consultor Jurídico, 20 de fevereiro de 2003, 16h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/02/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.