Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mais Simples

Contadores apóiam proposta de criação de 'espécie de Simples'.

Os encargos sociais deveriam incidir pelo faturamento da empresa reduzindo os custos tributários e aumentando a possibilidade de novas contratações. A opinião é do presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRC-SP), Pedro Ernesto Fabri.

"A idéia é ótima, nós já a defendemos há muito tempo" afirma Fabri, que defende a inclusão de mais empresas no Simples (Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das Microempresas e das Empresas de Pequeno Porte).

O governo Lula pretende propor a criação de uma espécie de "Simples" para encargos trabalhistas, com normas distintas para a contratação de funcionários por empresas pequenas ou empreendimentos temporários.

A inovação foi defendida pelo ministro do Trabalho, Jaques Wagner, e já conta com o apoio dos ministros da Fazenda, Antonio Palocci, e da Previdência, Ricardo Berzoini.

Wagner, no entanto, faz questão de observar que todas as propostas para a Reforma Trabalhista têm por objetivo ampliar a oferta de emprego e serão previamente submetidas ao Fórum Nacional de Trabalho, que deve ser instalado em março com o objetivo de discutir a reforma na legislação trabalhista.

Revista Consultor Jurídico, 7 de fevereiro de 2003, 11h53

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/02/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.