Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Onça cutucada

Jornalistas sugerem dispensa de diploma para advogados e juízes

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná, sediado em Curitiba, defende o fim obrigatoriedade do diploma para o exercício da advocacia. Também considera desnecessário o diploma para o exercício da função de promotor e juiz. A informação foi retirada do texto feito por Bia Moraes, do site Comunique-se.

O sindicato promoveu uma reunião em janeiro deste ano para discutir estratégias e ações contra o fim da obrigatoriedade do diploma para jornalistas. O debate resultou em 18 propostas, que serão encaminhadas à Federação Nacional dos Jornalistas.

A proposta sobre o fim da obrigatoriedade do diploma para o exercício do Direito será ainda discutida pela diretoria do Sindicato e por assessores jurídicos. "Se é elitismo exigir o diploma para o jornalismo, também é para a advocacia e para a magistratura", afirmou o jornalista Elson Faxina, da TV Educativa, que participou da reunião.

Opiniões e sugestões podem ser enviadas pelo telefone (41) 224-9296, fax (41) 323-7029 ou para silvio@sindijorpr.org.br.

Revista Consultor Jurídico, 5 de fevereiro de 2003, 17h03

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/02/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.