Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Em baixa

Gugu Liberato e João Kleber lideram ranking de baixarias na TV

O programa Domingo Legal, do apresentador Gugu Liberato, lidera o ranking dos programas mais denunciados pelos cidadãos à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. A lista do ranking foi divulgada durante o 2º Encontro de Conselheiros da campanha "Quem financia a baixaria é contra a cidadania", esta semana.

De acordo com a Agência Câmara, o programa do SBT recebeu 157 reclamações do total das 805 apresentadas até o dia 13 de abril. As queixas mais constantes foram sobre as atrações de apelo sexual e sensacionalismo.

O segundo lugar ficou com o apresentador João Kleber pelos programas Canal Aberto e Eu vi na TV, da Rede TV, que receberam 115 reclamações da população. Motivo: "repertório de palavrões" do apresentador e discriminação por orientação sexual observada no programa.

Em seguida, com 97 queixas de telespectadores, aparece o Big Brother, da Rede Globo. Os cidadãos afirmaram que o programa tem um forte apelo sexual.

Os telespectadores reclamaram principalmente de apelo sexual na programação da TV brasileira, vocabulário impróprio, uso de palavrões e incitação à violência. O resultado será divulgado na Assembléia Legislativa de São Paulo.

O 2º Encontro de Conselheiros reuniu dez conselheiros dos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Distrito Federal, que opinaram sobre os programas que mais violam os direitos humanos.

O coordenador da campanha, deputado Orlando Fantazzini (PT-SP), garante que a iniciativa não visa a censura e sim a melhoria da qualidade dos programas de televisão.

Qualquer pessoa pode fazer denúncias contra programas de TV. Basta acessar o site www.eticanatv.org.br ou o telefone 0800-619-619.

Conheça o ranking dos programas mais reclamados:

1º - Domingo Legal, de Gugu Liberato, com 157 reclamações por apelo sexual e sensacionalismo;

2º - Canal Aberto e Eu Vi na TV, de João Kleber, com 115 queixas pelo repertório de palavrões e discriminação por orientação sexual;

3º - Big Brother, com 97 denúncias por apelo sexual;

4º - Programa do Ratinho, de Carlos Massa, com 94 ocorrências, por incitação à violência e cenas impróprias para o horário;

5º - Programa do Faustão, com 78 denúncias por apelo sexual e vocabulário impróprio;

6º - Sérgio Malandro, com 37 queixas por incitação à violência e vocabulário impróprio;

7º - Hora da verdade, com 15 reclamações devido ao horário impróprio;

8º - Zorra Total, com 13 denúncias por apelo sexual;

9º - Falando Francamente, com 12 ocorrências por apelo sexual;

10º - Cidade Alerta, com 10 denúncias por violência.

Revista Consultor Jurídico, 30 de abril de 2003, 10h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/05/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.