Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Seguradora punida

Justiça de Goiás manda Bradesco a pagar indenização por LER

O Tribunal de Justiça de Goiás vem confirmando sentenças que obrigam seguradoras a indenizar segurados que contraíram a doença Lesão do Esforço Repetitivo (LER), no exercício de suas funções.

Desta vez, a decisão atingiu a Bradesco Seguradora S.A., que interpôs apelação cível para tentar se eximir do pagamento de R$ 28.640,40 a Eide Maria Pires da Silva. A alegação foi que o contrato firmado não cobre riscos de doenças ocupacionais, mas somente casos de invalidez permanente, total e definitiva.

Para o relator da 1ª Câmara Cível, desembargador Vítor Barboza Lenza, os documentos comprovam que Eide foi vítima de invalidez permanente para suas ocupações, conforme laudo médico, dada a irreversibilidade da doença.

Lenza também afirmou que, diante das provas documentais apresentadas, a responsabilidade da Bradesco Seguradora é indiscutível. (TJ-GO)

Apelação Cível nº 67.607-9/188

Revista Consultor Jurídico, 14 de abril de 2003, 20h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/04/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.