Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Suposta ofensa

Novo inquérito de Geddel contra ACM chega ao Supremo

O Supremo Tribunal Federal recebeu notícia-crime do deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) na qual ele pede que o Ministério Público ofereça denúncia (PET 2930), por injúria, contra o senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), com base no artigo 326 do Código Eleitoral.

De acordo com o deputado, em agosto de 2002, durante campanha eleitoral, ACM ofendeu sua honra em um comício no município de Santa Luz (BA), acusando-o de ser um parlamentar desonesto.

O senador teria dito: "Presidente FHC, você alimentou os ladrões do Congresso. Você, presidente, é o responsável pelos Geddeis da vida. E ainda o dinheiro desta terra é distribuído para roubar nos outros municípios. Eu já tenho as provas que Geddel é desonesto. Assumo com vocês esse compromisso de provar".

Na ação, o deputado afirma que o senador nunca apresentou provas de acusação e que sempre foi tratado como um político honesto, probo e de reputação ilibada. (STF)

Revista Consultor Jurídico, 11 de abril de 2003, 18h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/04/2003.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.